Celebridades

Apresentador especula presença de Suzane Von Richthofen no BBB23: ‘Tem tudo para ser’

Suzane deverá se recolher no período noturno em Prisão Albergue Domiciliar e para não perder o benefício a condenada precisa seguir algumas obrigações.

O apresentador Datena atacou a ex-presidiária muito famosa Suzane Von Richthofen durante a realização do Brasil Urgente desta quinta-feira (12). Ao comentar sobre a progressão da pena da mulher, que foi presa em 2002 após mandar matar os próprios pais, o jornalista não escondeu a irritação e, inclusive, chegou a especular uma possível ida dela à realities shows futuramente, como A Fazenda e o Big Brother Brasil.

“Ela tem tudo para ser uma psicopata”, opinou o âncora, ressaltando que Suzane arquitetou o assassinato da mãe e o pai, chorou no velório e, inclusive, admitiu ter cometido o crime por conta da herança. Ao comentar sobre o caso, o jornalista chegou a destacar que ela tinha mais 20 anos de pena para cumprir.

Na concepção de Datena, não se poderia progredir a pena de uma pessoa que mandou matar os próprios pais devido à herança ‘gorda’. O contratado da Band diz que Suzane Von Richthofen deveria ser submetida a um novo exame criminológico.

Durante o noticiário, o jornalista chegou a alfinetar a soltura de Suzane do presídio feminino, dizendo que daqui a pouco ela acabará se tornando influenciadora digital e, assim, receber convites para realities shows.

“Vai disputar o Big Brother, a Fazenda”, comentou ele.

Suzane é solva

Depois de viver 20 anos presa Richthofen vai cumprir o restante da sua pena em liberdade. Beneficiada com a progressão ao regime aberto, ela foi liberada da penitenciária em Tremembé (SP) no fim da tarde desta quarta-feira (11). Para ganhar a liberdade condicional, os detentos precisam se enquadrar em alguns requisitos, entre eles o tempo de cumprimento da pena e bom comportamento.

No caso de Suzane Richthofen, que tentava a progressão ao regime aberto desde o ano de 2017, ela ainda precisou passar por um teste criminológico, exame que avaliou o perfil e a capacidade de ser reinserida na sociedade. No regime aberto, o condenado cumpre pena fora da prisão e pode trabalhar durante o dia. À noite, se recolhe em casa de albergado, ou seja, deve retornar para uma casa de hospedagem prisional coletiva, designada pela Justiça e que abriga presos que estão no mesmo regime.

Em São Paulo não há esse tipo de unidade prisional, portanto, Suzane deverá se recolher no período noturno em Prisão Albergue Domiciliar. Na prática, fica em casa com restrições de horário e fins de semana, e para não perder o benefício, o condenado, nesse caso condenada, precisa seguir algumas obrigações à risca, como:

– Permanecer no endereço que for designado durante o repouso e nos dias de folga;
– Cumprir os horários combinados para ir e voltar do trabalho;
– Não pode se ausentar da cidade onde reside sem autorização judicial;
– Quando determinado, deve comparecer em juízo, para informar e justificar suas atividades.