Celebridades

Cortejo de Pelé passa pela casa de sua mãe e leva milhares de admiradores ao local; momento emocionou a todos

A irmã do craque conta que dona Celeste não está totalmente lúcida devido à idade avançada e por isso não sabia da morte de Pelé.

O cortejo no qual levava o caixão com o corpo de Pelé passou em frente à casa de dona Celeste, a mãe do Rei do futebol. A idosa comemorou 100 anos em novembro do ano passado. Na ocasião, Pelé postou uma homenagem à sua genitora nas redes sociais. Dias depois deste episódio, o ex-jogador do Santos e da seleção brasileira foi internado.

O corpo de Edson Arantes foi velado na Vila Belmiro, como ele havia pedido ainda em vida. Pelé morreu aos 82 anos, no dia 29 de dezembro de 2022. O Rei ficou um mês internado na grande São Paulo, após passar por reavaliação do câncer de cólon. A doença avançou para outros órgãos e a quimioterapia não respondia mais.

O cortejo fúnebre deu iniciou por volta das 10h30. O caixão foi retirado da Vila Belmiro e levado ao caminhão do Corpo de Bombeiros. A família do ex-jogador acompanhava o cortejo dentro um carro. Um dos momentos mais aguardados era a passagem pela casa da mãe de Pelé, a dona Celeste.

Desde cedo, em frente do local onde a mãe de Pelé mora estava cheia de gente esperando o cortejo passar. A TV Globo chegou a mostrar um flash em que Maria Lúcia aparecia aos prantos pela perda do craque. Na rua, muitas pessoas tiravam fotos e filmavam.

Quando o caminhão do Corpo de Bombeiros se aproximou da casa, a rua estava muito cheia. Lúcia se emocionou ainda mais. Ela não era a única, muita gente chorava na despedida do eterno rei do futebol brasileiro.

A mãe de Pelé, Dona Celeste comemorou 100 anos de vida no mês de novembro e recebeu todo o carinho do filho. Após a morte de Pelé, Lúcia, irmã do Rei, declarou que a mãe ainda não sabia do falecimento do filho. Lúcia conta que dona Celeste não está totalmente lúcida devido à idade avançada.