PUBLICIDADE

Instagram Reels ganha nova ferramenta para arrecadar dinheiro para o planeta

Reprodução: Instagram

As ferramentas de angariação de fundos no Facebook e no Instagram arrecadaram coletivamente mais de 140 milhões de euros para combater as alterações climáticas e apoiar a proteção ambiental, segundo dados divulgados hoje pela Meta, a empresa-mãe das duas redes sociais. Hoje, foram anunciadas novidades de Reels e parcerias com criadores de conteúdo.

O novo recurso Instagram Reels está sendo lançado em mais de 30 países como parte de um pacote de notícias para comemorar o Dia da Terra (sexta-feira, 22 de abril). A Meta também fez parceria com 15 criadores de conteúdo, que doarão € 10.000 para uma organização sem fins lucrativos de sua escolha.

As novidades também incluem novos adesivos comemorando o meio ambiente no Instagram, incluindo uma “loja sustentável” e recursos do Centro de Informação de Ciências Climáticas, que reúne informações comprovadas sobre mudanças climáticas.

O centro, que recebeu mais de 200 milhões de visitantes desde o seu lançamento em setembro de 2020, agora tem novas opções para destacar ações e soluções cotidianas que as pessoas podem adotar para combater as mudanças climáticas, com novos dados por país Visualização e novos conteúdos.

No Messenger, novas ferramentas de personalização estão sendo lançadas, como adesivos e avatares 3D, além de um novo efeito de grupo projetado para incentivar amigos e familiares a falar sobre mudanças climáticas.

PUBLICIDADE

Seguindo a meta de zero emissões de gases de efeito estufa até 2020, essas iniciativas foram integradas à própria estratégia da meta para reduzir seu impacto no clima. A empresa está trabalhando em várias iniciativas para usar a inteligência artificial para ajudar a preservar a saúde e a vitalidade do planeta.

PUBLICIDADE

Um exemplo é a colaboração entre a Equipe de Modelagem Física, a Equipe de Sustentabilidade e a Meta AI Research, onde pesquisadores em Paris contribuíram com métodos de visão computacional de ponta que interpretam imagens de satélite para gerar mapas florestais extremamente detalhados.


CONTINUAR LENDO →

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui