Notícias

Engenheiro solta fogos para comemorar cura da mãe que tinha câncer e é morto por vizinho enfurecido

Autor do disparo foi dormir logo após o crime, mas acabou preso em flagrante logo depois.

O engenheiro Francisco Nicolás Lopes Filho, de 38 anos, estava feliz da vida porque a mãe havia terminado o tratamento de quimioterapia e apresentava melhoras na luta contra o câncer. Na segunda-feira (2), ele, a irmã, a sobrinha de 9 anos e um amigo decidiram comemorar.

Os quatro soltaram rojões na Vila Balneária, em São Bernardo do Campo. Um vizinho, identificado como Mário D’Amore Júnior, de 74 anos, não gostou do que ouviu e saiu com uma espingarda de chumbinho para tirar satisfações. O homem alega que há cavalos em sua propriedade.

Irmã de Francisco filmou tudo

Juliana Nicolás Lopes gravou o momento em que o vizinho aparece revoltado e manda todos eles deitarem no chão. Em um dos momentos mais fortes, a menina, assustada, diz que eles vão parar de soltar rojão. A discussão continua e Mário dispara contra Francisco.

“Atirou, virou e saiu andando. Achei que ia matar todo mundo e corremos para dentro de casa”, recorda Juliana. O irmão dela chegou a ser socorrido, foi encaminhado à unidade de pronto atendimento (UPA) Riacho Grande, mas não resistiu e teve o falecimento confirmado. O corpo foi sepultado na terça-feira, com comoção dos familiares e amigos.

Homem que atirou foi preso em flagrante

Mário foi preso em flagrante pela Polícia Militar. Na delegacia, ele contou que tinha uma arma de pressão e explicou que não se lembrava de ter efetuado o disparo. A noiva de Francisco mora na Alemanha e não chegou a tempo para o enterro. Os dois planejavam se casar. A família está muito abalada por causa do ocorrido.