Notícias

Jovem de 23 anos é estrangulada e morta perto do filho pequeno; marido confessa o crime

O marido, de 35 anos, teria confessado crime à polícia assim que foi preso; vítima já havia registrado dois BOs contra ele.

Uma mulher de 23 anos foi assassinada pelo marido durante uma briga dentro da residência deles. Ela foi enforcada na madrugada desta quarta-feira (11), na cidade de Francisco Morato, na Grande São Paulo. Ele confessou o feminicídio e está preso.

De acordo com informações da polícia, o corpo da vítima, Carla Cristina Monteiro, foi colocado debaixo da cama. A casa deles fica na rua Paulo VI, no Jardim Nossa Senhora Aparecida. Vizinhos gravaram o momento em que o autor do crime, José Johny, foi abordado pelos policiais.

Feminicídio na Grande São Paulo

De acordo com informação da polícia, o homem confessou que tirou a vida da esposa, após uma discussão entre eles. O crime aconteceu junto do filho do casal, de apenas 3 anos, que estava na casa e foi entregue para os agentes pelo próprio homem.

O cabo da Polícia Militar, Eduardo Soares, concedeu uma entrevista para a TV Globo e na ocasião contou o que o homem disse. “Ele confessou que tinha brigado com ela, a enforcado e a colocado embaixo da cama. Estavam em processo de separação”, falou.

A vítima morava em Francisco Morato há cinco anos e era natural do estado de Minas Gerais, não tendo nenhum familiar em São Paulo. De acordo com testemunhas, que optaram por não se identificar, o casal tinha uma vida tranquila. “A gente mal via eles pelo bairro. A gente não sabia nome e nem nada”, falou sem se identificar.

Filho do casal está com tia paterna

A Polícia Militar isolou a área para que a perícia pudesse trabalhar na investigação do caso. O filho do casal está sendo cuidado pela irmã de José Johny.