Notícias

Por que Bento XVI é velado sem caixão? Entenda como é realizado o funeral do papa emérito

Cerca de 600 mil pessoas já passaram pelo local com a finalidade de ver o corpo de Joseph Ratzinger exposto e se despedir.

O papa emérito Bento XVI faleceu aos 95 anos, o alemão de nome Joseph Ratzinger foi o primeiro papa da igreja católica a renunciar seu cargo em 600 anos de constantes figuras representantes da religião. Além disso havia dúvidas sobre como seriam os ritos de seu velório e sepultamento do cristão.

O corpo do papa emérito Bento XVI está sendo velado na Basílica de São Pedro, no Vaticano. Cerca de 600 mil pessoas já passaram pelo local com a finalidade de ver o corpo de Joseph Ratzinger exposto e se despedir do antigo papa da igreja católica. Nesta quinta-feira (5), haverá uma missa solene comandada pelo papa Francisco.

Com o papa João Paulo II, morto em 2005 aos 84 anos, e os outros demais religiosos que ocuparam o trono do papado, foi decidido um novo representante após a partida desta vida. Logo após o falecimento de João Paulo II, houve uma convocação de reunião dos cardeais para escolher o novo chefe da Igreja Católica.

Na ocasião, Ratzinger foi o escolhido, mas ele renunciou ao cargo em 2013, rompendo 600 anos sem renúncia de um papa, e assim surgiu o Papa Francisco, muito conhecido e amado por todos.

Mas afinal, por que corpo do papa emérito é velado sem caixão?

O velório e sepultamento de cada papa é realizado de acordo com o guia ‘Ritos e Funerais do Pontífice de Roma’, que tem 400 páginas e detalha como tudo deve ser feito no momento oportuno. As diretrizes foram estabelecidas em 1996. Neste documento, consta que o corpo deve ser velado em uma estrutura simples e sem caixão.

O caixão cipreste é usado apenas horas antes do sepultamento do falecido. O caixão simples é colocado dentro de um intermediário, de zinco, com informações como nome, brasão, tempo de papado. Por fim, há um terceiro caixão, de nogueira ou elmo. A estrutura é fechada com pregos de ouro.

Ainda há dúvida se haverá nove dias de luto, como comumente acontece quando morre um papa que realizava o cargo.