Notícias

Vídeo mostra rojão explodindo em mulher que morre na hora; local é proibido queima de fogos

Elisângela tinha 38 anos e morreu assim que foi atingida pela explosão do artefato, em Praia Grande.

Elisângela Tinem, de 38 anos, moradora de São Paulo, foi vítima de um rojão que se ‘desviou no ar’, e atingiu o seu peito pouco antes de explodir. A mulher faleceu ainda no local durante as comemorações de réveillon em Praia Grande, litoral do estado de São Paulo. Vídeos mostram como ocorreu o acidente e em um dos registros é possível ver o momento em que o artefato ‘desvia’ e acaba preso na roupa da mulher.

Logo que se prendeu na roupa da vítima o artifício explodiu subitamente. O acidente ocorreu na faixa de areia de uma das praias da cidade, no bairro Nova Mirim. Ambulância do Samu e a Polícia Militar foram chamados para atender a ocorrência, porém, o óbito de Tinem foi constatada no local onde ocorreu a explosão.

O caso ficou registrado no 1º Departamento de Polícia do município, onde agentes trabalham atualmente para tentar identificar quem é o responsável por comprar o artefato explosivo e quem o vendeu para os brincantes. De acordo com informações apuradas pelo G1, o pedido de prisão do autor que acendeu o fogo de artifício pode ser decretado pelo delegado do caso.

O novo vídeo, divulgado pela TV Tribuna, mostra quando o rojão estava posicionado a alguns metros da vítima. A ação foi rápida e aconteceu em menos de 10 segundos, logo após a ignição do fogo de artifício.

Lei de Praia Grande proíbe comercialização de rojão à brincantes

A Prefeitura de Praia Grande comunicou que, segundo a Lei Municipal nº 744, decretada em outubro de 2021, é proibida a comercialização e a venda de fogos de artifício no município. A ocorrência do caso foi registrada sob acusação de lesão corporal culposa e homicídio. O caso foi encaminhado ao 1º DP da cidade, que tenta identificar e encontrar o autor do crime.