PUBLICIDADE

Médica é encontrada sem vida dentro do banheiro de pronto-socorro; caso gera grande comoção

O caso ocorrido na última segunda-feira, 24 de janeiro de 2022, em Cubatão, na Grande São Paulo, deixou os moradores em estado de choque. A notícia que logo se espalhou na mídia deixou muitas perguntas sem resposta, pesar e dor de quem conhecia a vítima.

A morte de um competente integrante da equipe médica que compõe o pronto-socorro central de Cubatão, fez com que a Polícia Civil abrisse uma investigação para apurar as possíveis causas e circunstâncias da morte da médica Ana Carolina Borges Gorga, de 30 anos, ocorrida durante a madrugada de 24 de janeiro do corrente ano.

ana carolina
PUBLICIDADE

Segundo informações confirmadas, a cirurgiã estava de plantão na unidade de saúde, quando funcionários que também trabalhavam no mesmo período encontraram o corpo da profissional estendido no chão do banheiro do pronto-socorro, sem sinais vitais.

PUBLICIDADE

A polícia suspeita que a médica possa ter sofrido um mal súbito, mas essa suposição será apurada, o corpo da médica foi encaminhado ao Instituto Médico Legal – IML, para exames cadavéricos.

PUBLICIDADE

Por meio de nota pública e em nome da Secretaria de Saúde, a Prefeitura de Cubatão lamentou a perda irreparável da médica que tanto fez pela população da cidade que tanto a respeitava e admirava como pessoa e profissional de saúde que exerceu sua profissão com responsabilidade, competência e humanização.

instituto alpha

Mal súbito

PUBLICIDADE

O mal súbito não é uma doença. É uma manifestação do corpo para indicar que algo não está certo. O mal súbito é, por si só, um sintoma que pode estar relacionado a várias causas: desde a desidratação até doenças mais graves como acidente vascular cerebral (AVC), infarto, arritmias cardíacas e aneurismas.

PUBLICIDADE

Assim, é fácil perceber que as doenças cardiovasculares estão diretamente ligadas ao mal súbito e que, quando se manifesta, é um importante sinal de alerta para uma maior atenção à saúde do coração. Segundo o indicador da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), ouve um aumento de mortes por mal súbito nos últimos meses, especialista dizem que essas mortes não estão ligadas às vacinas contra o coronavírus.

Medidas de prevenção, exames periódicos e acompanhamento médico são as principais formas de proteger o coração e o funcionamento do organismo como um todo. Persentindo qualquer anomalia, não exite, procure um médico.