PUBLICIDADE

Pai recebe ligação da filha pedindo socorro, mas ao chegar no local já era tarde demais

Equipes da Polícia Civil de três cidades do interior paulista, Óleo, Manduri e Iaras, tentam esclarecer a morte da jovem Kathia Oliveira, de 22 anos de idade, que sofreu um acidente com seu carro e em seguida desapareceu.

O corpo da jovem foi encontrado dois dias depois que seu carro foi localizado por familiares, ela chegou a ligar para o pai pedindo socorro. Imagens de uma câmera de segurança de um posto de gasolina registraram a passagem dela no estabelecimento, poucos minutos antes de ligar para o pai contando ter sofrido um acidente.

PUBLICIDADE

O carro de Kathia foi encontrado pela família no dia seguinte ao acidente, mas a jovem não se encontrava nele. Dois dias após, seu corpo foi localizado no Rio Novo, próximo da Rodovia Vicinal Jair Gilberto Campaneti, em avançado estado de decomposição.

PUBLICIDADE

A Polícia Civil tenta esclarecer todos os detalhes do que pode ter acontecido à jovem, que segundo sua família, teria ido se encontrar com um morador da cidade de Iaras. Esse morador disse que tinha um encontro marcado com ela, porém ela nunca apareceu, ele chegou a mostrar as mensagens que Kathia enviou. Na mensagem ela afirmava que estava abastecendo o carro e que em breve chegaria.

PUBLICIDADE

O pai de Kathia contou que recebeu uma ligação da filha, contando sobre o acidente, porém a ligação estava muito ruim e eles não conseguiram retornar. A polícia deve ouvir os depoimentos dos familiares e dos funcionários do posto de gasolina, na tentativa de refazer os passos da jovem e elucidar todos os detalhes do caso.

PUBLICIDADE

Além do morador de Iaras, com quem Kathia iria se encontrar, a polícia também ouviu o ex-namorado dela, mas adiantou que eles não estão sendo investigados como suspeitos. O corpo da jovem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Avaré, onde será necropsiado e posteriormente liberado para o funeral.