Saúde e bem-estar

Pelos pubianos de Bruna Linzmeyer: depilar é questão de saúde?

Muitos tabus ainda cercam os pelos pubianos. Médica explica a função dos pelos e qual sua importância para a proteção do organismo.

A atriz Bruna Linzmeyer postou uma foto no último (11) em que exibe pelos nas axilas e na virilha. Alguns seguidores teceram críticas nos comentários, enquanto outros lembraram que a depilação não é sinônimo de higiene.

A Dra. Carla Góes, médica cirurgiã e especialista em dermatologia, explica que os pelos pubianos têm uma importante função de proteger a pele da região íntima, que é bastante delicada. “Eles têm uma função semelhante aos cílios ou pelos do nariz. Ou seja, retém sujeira, detritos e microorganismos potencialmente nocivos. Além disso, os folículos capilares produzem sebo, um óleo que impede a reprodução das bactérias”, afirma.

Excesso de pelos é falta de higiene?

A especialista lembra que muitas pessoas consideram os pelos como um fator de falta de higiene. Isso porque o folículo piloso libera um tipo de óleo oleosidade como no caso do cabelo, e é necessário que seja lavado e mantida a higiene correta, para que evite algum tipo de odor mais intenso.

Os pelos são originados dos folículos pilosos, os mesmos que existem no couro cabeludo e nas axilas. Eles produzem um tipo de secreção sebácea que, quando não higienizada corretamente, pode deixar um odor da transpiração. “Na verdade, você pode manter os pelos aparados ou totalmente depilados, isso é uma decisão pessoal”, destaca a Dra. Carla.

Atualmente, o uso da depilação completa vem ganhando muitos adeptos. Alguns relatam uma questão de higiene, mas tudo tem suas desvantagens, destaca a médica. Claro que se existe menos pelos, existe também menos sudorese, o que em alguns casos pode ser interessante. No entanto, o mais importante para a saúde são os banhos e a higiene íntima.

Cuidados com a depilação

De acordo com a cirurgiã, a depilação com gilete pode causar foliculite. Esta é uma inflamação ocorrida na região onde saiu o pelo, que pode evoluir para abscessos. O tratamento muitas vezes precisa ser feito com drenagens e o uso de antibióticos. Além disso, a condição pode deixar cicatrizes pigmentadas tanto na virilha como na parte superior do púbis. A depilação com cera também pode causar tais inflamações, acrescenta a médica.

“O ideal realmente é a depilação a laser, que em alguns casos pode ser responsável pela diminuição da quantidade dos pelos ou até mesmo pode eliminar a região tratada. Tudo depende do número de sessões realizadas”, explica.